sexta-feira, dezembro 9, 2022
No menu items!
InícioDESTAQUEDragon Ball volta à TV após 18 anos

Dragon Ball volta à TV após 18 anos

Foram 18 anos de espera, mas a aguardada sequência das aventuras de Goku, sua família e amigos após o estrondoso sucesso de “Dragon Ball Z”, um dos animês mais cultuados de todos os tempos, estreou na televisão japonesa no último domingo (5). “Dragon Ball Super” retoma a história seis meses após a derrota de Majin Boo no final da série “Z” (concluída em 1996), traz de volta personagens consagrados e conta com a assinatura do criador da saga, Akira Toriyama.

Ainda sem previsão para estreia em outros países, “Dragon Ball Super” está planejada para 100 episódios e confirma a popularidade de uma série que marcou época no Japão e em vários países. Enquanto a nova série não chega por aqui, os brasileiros podem assistir a “Dragon Ball Z – O Renascimento de Freeza”, novo longa-metragem da franquia que estreou recentemente nos cinemas, ou mergulhar na lista de fatos e curiosidades sobre a saga que o UOL apresenta a seguir:

1. Dragon Ball se originou no mangá, os quadrinhos japoneses. A série de mangá estreou em 1984 na revista semanal “Shonen Jump”. Sua compilação possui 42 volumes encadernados, sendo que os primeiros 16 correspondem à primeira série de TV. Do 17 ao 42, são os que cobrem os eventos referentes ao animê “Dragon Ball Z”. No Brasil, o mangá saiu primeiro pela editora Conrad, entre 2000 e 2003, em um formato diferente do original. A mesma editora começou a publicar “Dragon Ball – Edição Definitiva” em 2009, mas a coleção ficou incompleta devido a divergências com a editora japonesa Shueisha. Em 2012, “Dragon Ball” começou a ser republicado pela Panini e já está no volume 37.

2. A sigla “Z” só é usada no animê, uma jogada de marketing dos produtores para diferenciar a série de TV com o Goku adulto, mais focada em batalhas, sendo que a original tinha mais humor. O “Z”, lido no Japão como “zetto”, tem o sentido de “final”, “definitivo”, pelo fato de Z ser a última letra do alfabeto. No Brasil, a Conrad inseriu o Z no título para atrair mais leitores.

3. A história original é vagamente inspirada em “Jornada para o Oeste”, antiga história chinesa estrelada por Son Goku, macaquinho mágico que usa um bastão de combate. No mangá de Akira Toriyama, Son Goku é um humano vindo do planeta Vegeta, tem rabo de macaco e usa um bastão para lutar, transformando-se num macaco gigante quando olha para a lua cheia.

4. A primeira série animada de Dragon Ball começou em 1986 e chegou a 153 episódios, além de ter tido alguns especiais de cinema. No Brasil, foi vista primeiro no SBT e depois passou pela Globo e Cartoon Network. Já “Dragon Ball Z” teve 291 episódios entre 1989 e 1996, além de vários especiais de cinema. No Brasil, parte da saga passou na Band e o restante na TV Globo. Foi um caso único em que uma série foi renegociada durante a exibição para mudança de emissora, tudo por causa de sua grande repercussão. Posteriormente, o Cartoon Network exibiu a série, que também passou no Tooncast.

5. “DBZ” foi sucedida em 1996 por “Dragon Ball GT”, que não fazia parte do mangá original e teve pouca participação criativa do autor Akira Toriyama. GT vem de “Gran Turismo”, nome de uma categoria do automobilismo e foi usada no sentido de “grande jornada”. Chegou a 64 episódios e, no Brasil, passou no Cartoon Network, Globo e Bandeirantes.

 

Via Uol

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Antônio Deon Milhomem sobrinho on Deputado Dr. Gonçalo tem número de telefone clonado
José Ribamar Silva sobrinho on Que exemplo de parlamentar tem Jancimauro?