Pré-candidatura de Detinha mostra-se inviável, aponta pesquisa do Jornal Pequeno

Pré-candidatura de Detinha mostra-se inviável, aponta pesquisa do Jornal Pequeno

Apesar de todo o esforço e robustez que os partidos de Josimar de Maranhãozinho podem oferecer para a pré-candidatura de Detinha (PL), o atual cenário político-eleitoral mostra que a deputada estadual não possui nenhuma viabilidade. Mesmo com um grande aparato de marketing, estrutura e três partidos (PL-Avante-Patriota), a pré-candidatura da única mulher na corrida eleitoral de São Luís, não decola e pior, já sofre forte rejeição, pelo menos é o que aponta da pesquisa do Jornal Pequeno.

De acordo com a JPesquisa, Detinha não alcançou 1% dos votos. Ela foi inserida no questionário registrado no Tribunal Superior Eleitoral, assim como Saulo Arcangeli (PSTU) e Franklin Douglas (PSOL), que também não pontuaram. No entanto, a esposa de Josimar de Maranhãozinho já possui uma rejeição considerável para uma pré-candidata que não chega nem ao primeiro dígito.

O JPesquisa aponta que Detinha possui 5% de rejeição, ficando a frente de Neto Evangelista (DEM) com 4%; Jeisael Marx e Duarte Júnior com 3%; Carlos Madeira, Franklin Douglas e Yglesio com 2% e Rubens Júnior e Saulo Arcangeli com 1%.

Vale lembrar que na pesquisa do Instituto Prever, Detinha apareceu com 0,8% e sua rejeição já era de 3,4%.

Os números evidenciam que Detinha já pode está carregando uma rejeição que o deputado federal Josimar de Maranhãozinho possui perante o eleitorado de São Luís e isso aumenta o desgaste do presidente do PL, que pretende disputar um cargo majoritário em 2022.

Para Detinha mudar o cenário, ele terá que usar muito mais do que o discurso que está sendo vítima de machismo ou até mesmo que seus adversários estão com medo de sua pré-candidatura. A deputada estadual tem que provar a condição mínima de debater São Luís, algo que ainda não demonstrou nem em entrevistas e lives.

De Blog do Diego Emir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *