Áudio-bomba expõe trama e até suposta formação de quadrilha em Rosário

Áudio-bomba expõe trama e até suposta formação de quadrilha em Rosário

Um áudio que vem sendo amplamente divulgado expõe uma articulação criminosa envolvendo políticos e parentes de vereadores de Rosário. Em uma conversa gravada, os vereadores Carlos do Remédio e Jadson de Neres e o filho da vereadora Lúcia Cavalcante, Leo Cavalcante, fica claro uma trama para criar o caos político na principal cidade do Munim.

Curiosamente, Léo Cavalcante que é gravado na conversa, faz parte de uma das famílias mais beneficiadas na gestão anterior de Irlahi Moraes. O pai, Antônio Cavalcante, era beneficiado com contratos, o próprio Leo era secretário de Meio Ambiente, a irmã ocupava cargo no gabinete da Prefeitura, assim como outros parentes que foram contemplados.

Com o áudio exposto, fica evidente uma trama criminosa por parte de um grupo de vereadores na cidade de Rosário.

Segundo fontes ligadas à alguns vereadores, novas bombas devem surgir nos próximos dias comprometendo ainda mais o Legislativo Rosariense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *